Rato é o nome geral dos mamíferos roedores da família Muridae. É a maior família de mamíferos existente na atualidade com cerca de 650 espécies.  Entretanto, apenas duas espécies têm importância como pragas sinantrópicas (vivem próximas ao homem): o Rattus Novergicus, conhecido como rato de esgoto ou ratazana e o Rattus Rattus, conhecido como rato preto ou rato de telhado. 

      Os ratos são conhecidos especialmente pelo risco a saúde, são portadores de variadas doenças transmissíveis ao homem, como a leptospirose e hantavírus, além de ser hospedeiro para outras doenças.

     Do ponto de vista econômico os ratos são um problema sério. Só no Brasil, cerca de 20% do total de grãos produzidos são perdidos pela ação desses roedores. Nas criações de animais uma infestação de ratos pode causar a perda de até 10% da ração consumida pelos animais, que a espalham ou contaminam com suas fezes e urinas.

     O controle da população de ratos é extremamente difícil de ser realizado. Com extrema facilidade para se adaptar, os ratos estão entre os animais superiores com maior capacidade de sobreviver e proliferar nas mais diversas condições do planeta.  Os ratos, precisam de 3 itens para sobreviver e reproduzir, são estes abrigo, alimentação e água.

     O uso de venenos deve ser feito por pessoas capacitadas na manipulação dos mesmos e que conheça as técnicas de aplicação, uma vez que o uso descontrolado pode contribuir para o aumento da população em vez de controlá-los.

 Fonte: Wikipédia.com e Portasol